Buscar
  • CML Jornalismo

MOMENTO TRIBUNA - Vereador Luiz Rosa lamenta críticas nas mídias sociais

Em seu pronunciamento na tribuna, durante a última sessão ordinária de 2019, o vereador Luiz Rosa (MDB) justificou seu voto contrário à subvenção por parte da Prefeitura à Banda Marcial de Louveira (Bamalo), lembrando que, por motivo de saúde, chegou após a reunião quando o projeto com a solicitação já havia sido discutido e considerou que faltavam informações para uma avaliação mais precisa. "Como não tive tempo para poder pedir nenhuma justificativa, a opção que sobrou foi votar contra. Por que como sempre falo, não posso estar aqui para agradar um lado B ou um lado C, o correto tem de ser feito. Fui contrário ao pedido de  verba de urgência para a compra de uniformes, pagamento de ônibus, para o gasto com a viagem. Como Legislador nesta casa, estou aqui para defender o interesse da população e não alguns órgãos e departamentos".

   Luiz Rosa lamentou que viu e ouviu muitas críticas em redes sociais dizendo que era lamentável sua posição, "mas eu é que lamento", frisou.  O vereador destacou também que leu o contrato da Bamalo com a Prefeitura, e neste documento, segundo informa o vereador, está muito bem especificado o valor que é para suportar esses custos. "Quando votei pela viagem para o Chile, votei porque o contrato cobre os custos no território nacional. Como a viagem era para fora do nosso país, o contrato não abarcaria a viagem. Votei favorável. Não vejo contradição, entendi que era o melhor".

   O vereador continuou seu pronunciamento justificando também seu voto contrário aos requerimentos de informações apresentados pelo colega Marquinhos do Leite. "Dentro do que eu li e observei, fiz os meus votos. Luiz Rosa explicou que foi buscar as informações relativas aos requerimentos em questão antes da votação. Em política, cada um tem a sua visão e defende o que acha correto. No requerimento 39, sobre os gastos do governo, Luiz Rosa entende que trata-se de prestação de contas do administrador público, sem ônus, e não há qualquer lançamento no site da transparência. Quanto ao requerimento 40, que trata sobre a represa, Luiz Rosa foi buscar  informações e a obra não foi parada. "Obra foi licitada e empresa executa.    Está em andamento", completou.

   Luiz Rosa ainda destacou o requerimento 41, sobre aprovações de empreendimentos, explicando que toda a empresa constituída, quando vai fazer um empreendimento na cidade, é obrigada a entrar pela secretaria de Obras e registrar. "Vejo que é só a secretaria buscar os dados e se houver algum indício de irregularidade, pode entrar com pedido de buscas, até sou favorável", ressaltou. Quanto à Festa da Uva, Luiz Rosa disse que tudo segue o ritual com licitação e registro no site da transparência. Quanto ao requerimento 43, sobre serviços natalinos, o vereador ressalta que todos são contratações, precedidos de licitações. E Luiz Rosa completou: "pesquisei todos os requerimentos, para não ser parcial, fiz o meu voto desta forma, analisando cada um, e votando de forma dentro da normalidade".




#cmlnoticias #cmllouveira

18 visualizações

Rua Wagner Luiz Bevilacqua, nº 35, Bairro Guembê - CEP 13290-000 - Louveira - Estado de São Paulo - Contate-nos: (19) 3878-9420 

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sexta-feira  das 09:00 às 17:00 horas

Copyright - Câmara Municipal de Louveira - Todos os direitos reservados