Buscar
  • vaniacmlsite

MOMENTO TRIBUNA Nilson Cruz defende indicações e reajustes para servidores e secretários municipais

Na tribuna, o vereador Nilson Cruz (PTB) defendeu duas indicações de sua autoria. A primeira delas, direcionada aos Serviços Públicos, pedindo que seja feita a limpeza dos terrenos da cidade, tantos os públicos quanto os particulares. "A população está cobrando devido aos insetos, cobras, para que sejam tomadas providências e que a se mande a conta para o proprietário". Outra indicação diz respeito ao Mirante Santo Antonio, para instalação de iluminação. "O povo está criticando, está precisando da iluminação, acho que está na hora de fazer a nossa parte. Entregamos as casas, o pessoal está satisfeito e agora cobrando essa iluminação. Deixo aí, Nelsinho, um sinal positivo para esse pessoal".

Nilson mencionou a questão das casas citadas por outro vereador, e defendeu a realização de novo cadastro da CDHU. "Entendo que tem de fazer um pente fino, passar por todo esse processo novamente, quem tem o seu cadastro é só atualizar, quem não tem, vai lá fazer. Se temos uma fundação, temos profissional, estão lá para isso, ganham para isso. O vereador tem de comentar que está sendo feita a inscrição. Eu sou um deles. Ninguém está prometendo entregar as obras, pois tem começo, meio e fim. Pode ser que não seja essa administração que vai entregar, pode ser que não seremos nós vereadores que iremos lá entregar. Pode ser que quem chegar aqui é que vai ter a oportunidade de entregar".


Nilson também destacou votação do requerimento 8/2020, que pediu a retirada dos projetos de reajuste da pauta. Explicando, ele informou que todo o ano esse projeto tem de tramitar, e tem de ser colocado pela mesa diretora. "Hoje quem está na mesa diretora é o presidente Laércio Neris, o vereador Clodoaldo e o Nilson. Cada um tem sua opinião, mas teria de ter duas assinaturas para descer. O Clodoaldo assinou e o presidente também assinou. Então essa emenda foi para discussão, na terça-feira e cada vereador deu a sua opinião. Não estou aqui para criticar o vereador Clodoaldo e nem o vereador Laércio. Eles tinham de fazer o papel deles. Não posso aqui tirar proveito da situação e falar do vereador. Se não fosse ele, poderia ter sido eu que teria assinado. Cada um tem uma opinião".


O vereador ainda explicou em seu pronunciamento que não é porque é colocada uma porcentagem como reajuste que os vereadores são obrigados a votar. "Se não passar, vão valer os salários anteriores. E nós votamos para os próximos secretários que vão chegar. E se queremos um funcionário de qualidade, tem de pagar para ele ter interesse em desenvolver um trabalho em nossa cidade. Se falarmos que os secretário não são competentes, estaríamos mentindo. Se a cidade está boa, está andando, é porque temos qualidade de funcionário".

Nilson lembrou que numa reunião dos vereadores com o prefeito chegou-se a um consenso. "Subimos para conversar com o prefeito, demais vereadores não sei por que não foram. A porta está aberta para todos. Acho impossível um vereador chegar lá e não entrar no gabinete do prefeito. Cada um tem de fazer a sua parte”. Nilson ainda destacou que tem certeza de que o plenário vai dar os votos necessários para aplicar os 4.1% aos salários dos servidores. "E volto a falar que vai voltar novamente o aumento dos secretários, e meu voto é favorável, porque tem de ter qualidade. Deixo bem claro, eu vou ser favorável ao aumento de 4.1% e a hora que descer o aumento dos secretários vou votar também e também o aumento para os comissionados, eles prestam serviço para nós".


Continuando suas palavras, Nilson explicou que os vereadores votam o reajuste para os próximos vereadores que vão chegar. "Pode ser eu, pode ser algum dos colegas, de uma coisa tenho certeza, nem todos voltam. Mas a população não entende, acha que o vereador está aumentando o salário dele. Negativo, ele está deixando o aumento para quem for eleito. Vamos ficar ganhando o mesmo salário e eu estou satisfeito com o meu salário".

Neste momento, Nilson foi interrompido por manifestações da plateia e pediu respeito, como vereador eleito, para continuar com seu pronunciamento. Ele fez alusão a quem quer ser vereador e para isso faz barulho, grita. "Mas não tem capacidade, nem na sessão ele vem e fica gritando. É feio, são pessoas sem cultura. Tem de ter capacidade para sentar aqui nesta mesa". Quanto aos vencimentos dos vereadores, Nilson destacou as brigas de vereador querendo baixar salário. "Por que não abaixou o salário quando entrou aqui, há quatro anos, sete anos, agora ergue a bandeira de baixar 50%. Isso é tirar sarro com a cara do povo. Eu faço uso do meu salário, se eu achar que não tenho voto para entrar aqui de novo, não entro. Se os 987 eleitores que eu tive quiserem que eu volte, eu volto. Mas não volto para trabalhar de graça, de graça nem relógio trabalha".

Nilson usou a Tribuna durante a sessão


#cmlnoticias #cmllouveira #cml #camaralouveira

0 visualização

Rua Wagner Luiz Bevilacqua, nº 35, Bairro Guembê - CEP 13290-000 - Louveira - Estado de São Paulo - Contate-nos: (19) 3878-9420 

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sexta-feira  das 09:00 às 17:00 horas

Copyright - Câmara Municipal de Louveira - Todos os direitos reservados