11/12/2019

MOMENTO TRIBUNA Vereador Marquinhos do Leite critica rejeição de requerimentos

  Iniciando sua fala na tribuna, durante a última sessão ordinária, o vereador Marquinhos do Leite (PTB) disse que "cada dia me convenço mais de que não tem necessidade nenhuma de vereador nesta cidade". O desabafo foi motivado pela rejeição dos cinco requerimentos de informação apresentados pelo vereador. "Se o único poder do vereador seria fiscalizar, mas agora os vereadores acabam falando em convocar o Joel, porque chamou todo mundo de ladrão. Engraçado , acabaram de rejeitar um requerimento meu pedindo para o Jailson esclarecer os gastos da Festa da Uva e o vereador se sente ofendido por que ele chamou todo mundo de ladrão. Acho que ele foi infeliz na palavra, tem pessoas de bem nesta Casa, não diria ladrão, mas acho que têm muitos com o rabo preso com o prefeito".

  O vereador ainda ressaltou que não tem medo de falar a verdade e destacou que qualquer instituição que quiser usar o transporte da Prefeitura tem de fazer ofício. "Aí o prefeito convida todo mundo, usa o transporte da Prefeitura e tem vereador que fala que foi recurso próprio. O dinheiro é do povo. Precisa ser esclarecido isso aí". Marquinhos ainda lembrou que, como vereador, tem autonomia para fazer requerimento, e disse que é inconstitucional que todos passem pela Casa, sendo que antes os requerimento eram enviados diretamente para a Prefeitura. "Mudaram o regimento interno para prender o vereador, para não ter direito de fiscalizar", atacou.

  Antes de encerrar sua fala, Marquinhos sugeriu "que o Hélio deveria levar os comerciantes para os empreendimentos dele, San Marino, Jatobá e outro. Aí compra, desse jeito compra todos os vereadores, jornalista, tudo comprado.  O vereador disse acreditar na Justiça e irá protocolar seus requerimentos no Ministério Público". Marquinhos ainda ressaltou que não quer ser melhor do que ninguém, mas tem várias coisas com as quais discorda. "Respeito o prefeito, apoiei dois mandatos, mas tem várias coisas que eu chegava dentro do gabinete e discordava. A verdade dói".

  Marquinhos confirmou que acredita ainda na Justiça e vai tentar mudar o Regimento Interno da Câmara, que considera inconstitucional. "Vou protocolar esses pedidos como cidadão comum". O vereador ainda apontou o caso de uma barragem que está em construção, sendo que há duas empresas na obra, segundo informou. "Até hoje não descobri qual está fazendo a barragem de verdade".

  O vereador também mencionou o Jornal Folha de Louveira , que segundo Marquinhos "está trabalhando para o outro lado agora. Era a única que batia na administração e agora está tudo quieto". Marquinhos ainda adiantou: "decidi não apoiar o dr. Hélio. "Tá comprando todo mundo. Quero que apareça dinheiro para comprar Marquinhos do Leite". Para finalizar, o parlamentar confessou que não é muito de usar a tribuna, mas estava fazendo um desabafo. "Estou na luta, não vou desistir não", concluiu.

Please reload

1/1
noticias c.png

Rua Wagner Luiz Bevilacqua, nº 35, Bairro Guembê - CEP 13290-000 - Louveira - Estado de São Paulo - Contate-nos: (19) 3878-9420 

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sexta-feira  das 09:00 às 17:00 horas

Copyright - Câmara Municipal de Louveira - Todos os direitos reservados